segunda-feira, 17 de outubro de 2011

UM DESABAFO REFORMADO

Você sabe o que comemoramos no mês de outubro? Ou o que deveríamos comemorar? Alguns falam em missões, outros em mês das crianças, outros em eventos evangelísticos e celebrações... mas nada disso seria realidade sem a bendita Reforma Protestante. Em 31 de outubro de 1517, o monge agostiniano Martinho Lutero afixou suas 95 Teses na porta da igreja de Wittenberg, dando início ao movimento reformado. A Bíblia foi devolvida ao povo. O Cristianismo bíblico e histórico foi restaurado. Nenhuma de nossas igrejas "evangélicas" existiria sem a Reforma. E alguns ainda se dão ao luxo de ignorá-la. Um povo que despreza seu passado está desperdiçando seu presente e jogando fora seu futuro... Graças a Deus que em muitas igrejas, ainda, a Reforma Protestante é lembrada e celebrada! Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós, que nos dizemos "evangélicos" e "protestantes", e nos visite poderosamente com um grande - e verdadeiro - avivamento, para que possamos erguer com dignidade a tocha que nos foi passada pelas gerações anteriores de cristãos. Soli Deo Gloria, o brado reformado: Glória somente a Deus!

3 comentários:

Samuel Balbino disse...

Graça e paz!

Infelizmente o dito "povo protestante" está perdendo cada vez mais sua origem. Os famosos movimentos de avivamento estão na verdade empurrando a Igreja de ladeira abaixo, renegando todos os valores restaurados no Sec XVI pelos reformadores. É notavel que muitos nem se quer sabem o que é a reforma ou nunca ouviram falar dela. Durante anos no pentecostalismo nunca tinha ouvido falar de Lutero, Calvino, Zuíglio etc... Mas graças a Deus tive um real encontro com a pureza e simplicidade devidas a Cristo.
Precisamos lutar para despertarmos o maior número possível de pessoas para a verdade das Escrituras, e quando digo pessoas estou me referindo principalmente àqueles que acham que compreendem a Bíblia, mas na verdade só conhece as maquinações dos homens perversos e maus. Dia 31 celebramos o retorno da Igreja às suas origens e hoje precisamos contunuar promovendo retorno, promovendo uma Nova Reforma.

Ir. Samuel
http://novareforma.blogspot.com

Alexandre Arrieta disse...

As idiossincrasias da igreja atual, e ainda mais da brasileira, pouco impacto têm na igreja universal, que ultraspassa os séculos dos séculos e se mantém firme até o retorno de Jesus. Por outro lado, a obra de Lutero foi de uma coragem inspirada pelo Espírito Santo, trazendo-nos, uma vez mais, as verdades mais profundas do cristianismo - numa época em que tudo que importava era o dinheiro... ops... isto foi em 1517 ou 2011???? rs
Sejamos todos inspirados pelo exemplo de Lutero, para retornarmos à Palavra pura, sem as tolices que falsos mestres trazem à nossa mesa (à internet, à tv, ao púlpito, etc), todos os dias.
Glória seja dada a Deus por mais esta pequena benção: a vinda de Lutero, no tempo apropriado. E que erga novos Luteros, pois estão fazendo falta para este povo vazio da sabedoria do Senhor.

Antunes disse...

Assista a primeira mensagem de John Piper(Santificado Seja o Teu Nome: Entre Todos os Povos do Mundo) na 27ª conferência Fiel http://antunesebd.blogspot.com