sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Céu - O lugar para onde todos querem ir


A alegria, que era a pequena publicidade do pagão, é o gigantesco segredo do cristão [...] O homem de cada século é salvo por um grupo de homens que se opõem aos seus gostos.
Invariavelmente todas as pessoas do mundo e de todas as religiões conhecidas esperam um bom viver, ou não existir na eternidade, o que lhes causaria grande prazer terreno. A bem aventurança celeste esta no coração de cada ser humano.
Hodiernamente, há um sem numero de cultos afirmando ser  a verdadeira ponte para a eterna alegria. O Escritor Inglês G. k. Chesterton afirmou que a felicidade que o pagão usava como publicidade de sua religião, é de propriedade exclusiva dos Cristãos.
Quando se fala em Deus, não há ponto de discordância ou de divergências, pois dizer que acredita em Deus não faz alguém ser visto de forma diferente, entretanto, quando afirmamos que cremos que Jesus é o filho de Deus. Deus de Deus, Luz de Luz, Eterno, possuídor da plenitude da divindade e que substituiu-nos na cruz, as coisas mudam, pois Jesus é o divisor de águas. O cristianismo é exclusivista.
Como Cristão, creio firmemente nas verdades contidas no Santo Evangelho, e todos aqueles que de uma ou de outra forma desprezam a revelação escrita de Deus; a Bíblia ou o Cristo de Deus, não são de forma alguma povo de Deus, mas pagãos que vivem em trevas.
Nosso presente século evidencia a deterioração de tudo o que se considerava reto e justo, o bem e o mal se confundem na mente de alguns, a fé tornou-se meio de ganhar dinheiro, com televangelistas prometendo o que não tem para dar, seguido por um povo imediatista e pragmático.
Aqueles mais ecléticos levantam a bandeira da ingenuidade, afirmando que todos os caminhos levam a Deus... Será? Obviamente que não. O caminho que leva a Deus é somente um: “Jesus” o salvador (Atos 4.12), Filho de Maria, concebido pelo poder do Espírito Santo, morto e ressurreto, Senhor de vivos e mortos.
Chesterton reconheceu a grandeza do salvador ao declarar que “Um homem viveu, há séculos, no Oriente. E eu não posso olhar para uma ovelha, uma andorinha, um lírio, um campo de trigo, uma vinha, uma montanha, sem pensar nÊle...
Os ingênuos universalistas, nada sabem sobre o caminho dos céus, somente o cristianismo tem a verdade, e ninguém mais. Isso soa arrogante? Retrogrado? Careta? Antiquado? Pois bem, se sua resposta foi afirmativa a estas questões, então você também vive no paganismo e precisa conhecer a verdade.
Estas declarações “exclusivistas” sustentadas pelos cristãos no decorrer dos séculos e fez do cristianismo a força que moldou o ocidente no decorrer dos séculos. Ao não conseguir combater a fé dos cristãos, os romanos os lançavam aos leões e os torturavam até a morte, facções do judaísmo os condenavam injustamente, o exclusivismo é o que faz do cristianismo ser a religião mais perseguida do mundo ainda hoje, a ponto de estatísticas apontarem que em 2012 um cristão morria por sua fé a cada cinco minutos.
É a verdade contida no Evangelho que faz com que as hordas do diabo usem religiões como o slamismo a perseguir e matar cristãos ao redor do mundo, que faz do hinduísmo um grande perseguidor, quando cristãos proclamam que animais não são deuses, e que Deus enviou seu único filho para tirar-lhes das miseras trevas espirituais em que se encontram.
O comunismo tem sua parcela nesta culpa também. Países dominados pela estúpida teoria de Marx são grandes perseguidores da fé. O marxismo não funciona nem com formigas, quanto mais com pessoas, além de usurpar o poder da democracia e suprimir as liberdades, traz atraso, falência, corrupção, e estupidez total. Marxistas são bons marxistas em países não marxistas, bons marxistas defendem Marx e seus carros de luxo e em suas cátedras universitárias, longe, bem longe da Coréia do Norte ou de Cuba.
Se por um lado a realidade dos pagãos é triste, a de muitos cristãos nominais não é diferente, pois são cristãos apenas de boca, não de coração, estão mais para agnósticos, materialistas e ateus práticos do que cristãos, não tem mais fé do que um morto.
Quando vejo crentes alienados, pensando eu seu conforto e vendo programas televisivos  que produzem a desinteligência, sou acometido de tristeza, pois enquanto muitos fora de nosso pais perdem a vida pelo amor a Cristo, estes crentes tupinikins se divertem com o Caubói mundial e suas esparrelas monetárias pega trouxas. Ou com a estupidez universal do planeta Bob.
No meio do trigo o joio também se cria, e nisto esta a grandeza de Deus, tolerar o joio para o bem do trigo, e este trigo que alimenta o mundo, mesmo moído tem serventia por isso, fiquem senhores Islâmicos sabendo que Não triunfarão sobre a Igreja de Cristo, podem perseguir e matar, porém, se vocês não se converterem de sua fé, ao Senhor Jesus e o declararem como salvador pessoal de suas vidas. Todos, todos de igual modo perecereis no inferno eterno.
Senhores hinduístas, sua fé nos animais de que valerá? Senhores comunistas e simpatizantes esquerdistas, digam que vantagem sua fé marxista trouxe ao mundo? Que benefício concreto e duradouro? Senhores televangelistas, e simpatizantes, informem de que maneira estão levando as boas novas? Através das mídias? Não é o que se percebe.
Acomodados crentes de sofá e refrigerante, no que sua fé tem sido relevante?
Existem crentes que dão tristeza quando são visitados, nada do evangelho sabem nada na igreja lhes agrada, nunca estão dispostos a coisa alguma, nunca são capazes de se disporem a algo, maldita preguiça.
Á um contraste entre cristãos e cristãos. Nominalismo não garante céu, freqüentar culto, como quem bate o ponto na empresa numa segunda feira é pecaminoso. Omitir-se de responsabilidades cristãs também. Os cristãos perseguidos podem dizer ao Senhor Jesus “Nós tudo deixamos para te seguir” muitos crentes brasileiros dirão à Cristo no dia do juízo: “nós te deixamos para seguir a qualquer coisa que surgisse”.
Triste será quando no inferno um aparente crente dirá ao televangelista que costumava ver e patrocinar “nós viemos para este lugar por sua causa!”, porém o televangelistas se encarregará de responder: “a culpa é sua! que não teve fé”.
O crente preguiçoso e murmurador é a mais desgraçada das criaturas humanas, pois passa fome com o pão na mão, vai ao inferno, com a bússola apontando para o céu, vive em desgraça na casa de Deus, da porta dos céus, será jogado no inferno. O que faz e o que deixa de fazer reflete a fé que não tem e quer fazer crer que tem.
Ao passo que o cristão perseguido é o mais abençoado dos seres humanos, pois perdendo tudo ainda é grato, sem comida alguma é alimentado por Deus em sua alma, sofrendo as infernais torturas de homens malignos, quando morrer irá para o céu; E isso não porque o céu será uma recompensa pelos seus sofrimentos, mas uma dádiva do Rei dos Reis àquele a que muito amou, e por amar o chamou e o transformou a ponto de não mais ser cidadão deste mundo, mas da pátria celestial, e que ao morrer, simplesmente volta para casa.
Sei que em meio ao caos do universalismo religioso de muitos brasileiros, Deus tem seus eleitos, que não voltam seu rosto contra Cristo e que o honram. Nestes a igreja de cristo é vista no mundo e o cordeiro de Deus é o seu guia até o fim dos tempos.
O cristianismo não é inviável ou impraticável, mas é uma demonstração de fé viva e bem animada no agradar a Deus, o cristão é odiado por todos e amado por Deus.
“O ideal cristão não foi testado e reprovado. Ele foi considerado difícil e por isso permaneceu sem ser experimentado”.


Por isso, termino enfatizando que o céu é desejado por todos, mas alcançado por alguns.

4 comentários:

IGREJA PRESBITERIANA QUEDAS DO IGUAÇU disse...

Palavras contudentes e enfáticas. Vivemos em dias em que a fé está sendo "missigenada" e confundida com práticas pagãs. Neste dias dificeis é necessário que os porta-vozes de Deus se levantem e O proclamem com toda avidez da alma e ousadia perante o mundo perverso. Que Deus continue abençoando estas postagens. Parabéns! Deus seja engrandecido e o fiel edificado. Aleluias!!

Fábio Vaz disse...

Agradeço a Deus pela sua vida, grande amigo. Palavras fortes e verdadeiras.

Rev. Geremias Vale disse...

Caríssimo Rev. João Pepi - IPB Quedas do Iguaçu.
muito me deixa honrado sua participação neste blog, que Deus te abençoe.

Rev. Geremias Vale disse...

Caríssimo Pr.Fábio Vaz
Obrigado por suas palavras palavras, fato é, que diante de tal disparidade que salta aos olhos, percebo que muitos ditos crentes não tem nada de fé, pois fé de boca apenas não é fé, é auto-engano.
grato por sua participação
abç